Os radares eletrônicos foram implantados em Canaã no final do ano passado. O principal objetivo dos “pardais” é dar mais segurança aos condutores ao estimular menores velocidades e, assim, reduzir os acidentes. Mas ainda há pessoas que não entenderam que altas velocidades podem causar graves acidentes e tirar vidas. Por volta das 17 horas deste domingo (2), uma caminhonete Fiat Toro descia a avenida Antônio Carola em direção ao centro da cidade.
Segundo relatos de pessoas que flagraram o momento da cidade, o condutor vinha em alta velocidade. Por razões desconhecidas, ele perdeu o controle do veículo, subiu no canteiro central da avenida, arrancou o radar eletrônico e atingiu uma mulher que pilotava uma motocicleta Honda Biz preta.

A condutora foi arremessada ao chão. A caminhonete seguiu o percurso da destruição e só parou em um matagal do outro lado da avenida, quase se chocando a um poste de energia. O impacto foi tão forte que a roda dianteira direita do carro foi arrancada. Já a motocicleta, ficou completamente destruída.

Rapidamente, uma ambulância do Hospital Municipal e agentes do SETTRAN chegaram ao local para os procedimentos padrões. Agonizando de dor no chão, a mulher foi atendida pelos membros da equipe médica. Segundo informações, a condutora teve uma grave fratura na coxa, mas já passa por atendimentos no hospital.
De acordo com uma testemunha que presenciou toda a ação, a mulher tinha acabado de sair do hospital, onde havia tomado uma injeção contra a dengue, e voltava para a sua casa, no bairro Motocross, quando foi surpreendida pelo veículo desgovernado. A chuva que caiu durante toda a tarde pode ter sido uma das razões para a caminhonete ter perdido o controle e o condutor não ter conseguido frear.

Fonte: Jornal Infoco