Foto: Jefferson Coppola/Folha

Rayfran das Neves foi condenado a 97 anos e oito meses de reclusão por três homicidios, entre eles o da morte da missionária americana Dorothy Stang em fevereiro de 2005, um tentado e associação ao tráfico. A sentença foi dada durante o julgamento que entrou pela madrugada, cujo resultado saiu às 3h30 desta quarta-feira (9).
O julgamento de Rayfran foi realizado junto com Luiz Carlos do Carmo Lopes e Raimundo Ferreira Monteiro. O trio é acusado de executar Luana de Cassia Silva, Leandro Leandro Kestring de Vargas, Evalso Fagundes da Silva e Joseane Noronha Santos.
Luiz Carlos foi condenado por um crime e um tentado, e pegou pena de 33 anos e oito meses. Já Raimundo Fernando foi condenado por três homicídios consumados e um tentado, além de associação ao tráfico; sua pena foi de 86 anos.

Fonte: DOL

Comentários do Facebook