Dentro de 12 dias, os cerca de 5,5 milhões de eleitores aptos a votar, voltarão às urnas para escolher o governador do Estado e o presidente da República. Nesta terça-feira (16), o Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) deu início ao processo de geração das mídias que irão carregar as urnas para o segundo turno das Eleições 2018. Embora os números de candidatos seja bem menor, os procedimentos são os mesmos do primeiro turno. Todas as urnas recebem cargas e o TRE precisa informar quais os candidatos que transitaram, ou seja, quem vai disputar o segundo pleito no próximo dia 28.
Chefe da Seção de Votação Informatizada do TRE, Dave Pinheiro da Silva, informou que a geração de mídias é um procedimento que tem por finalidade gerar os dados oficiais que serão instalados nas urnas eletrônicas de todo o Estado, como o sistema de votação, nome, número e foto dos candidatos, além dos dados dos eleitores de cada seção.
Para o ato, o TRE notifica os partidos políticos e coligações, além de representantes do Ministério Público e da Ordem dos Advogados do Brasil Seção Pará (OAB-PA), que podem acompanhar os trabalhos.
Em seguida, de 18 a 24, o TRE dará início ao procedimento de preparação das urnas, tanto em Belém como nas zonas eleitorais do interior paraense, o que também é um evento de caráter público em que são notificadas as entidades e instituições, citadas acima.
Reportagem: O Liberal

Comentários do Facebook