A campanha eleitoral foi liberada a partir deste domingo (27) e o eleitor tem a oportunidade de saber mais sobre os candidatos à Prefeitura e à Câmara Municipal de Marabá. Ao todo, são cinco candidatos a prefeito e 348 a vereador.
Para tentar chamar a atenção, a escolha por nomes bizarros e engraçados para a urna ainda é uma prática bastante comum no Brasil. Em Marabá, temos concorrentes para todos os gostos. Nesta eleição, os “super-heróis” estão infiltrados entre os 348 candidatos registrados junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Entre nomes excêntricos e bizarros, os setores cinematográfico e alimentício estão bem representados.

Na disputa por uma vaga na Câmara Municipal, a Liga da Justiça mandou representantes à altura: Anderson Kenneth “Batman (PDT); Reginaldo Super-homem (PSL). Mas se for insuficiente, que tal chamar outros personagens da televisão e imaginário infantil, como Reginaldo Teletubes (MDB) e Shaulim (Republicanos)?
Para quem prefere candidatos mais “palatáveis”, que tal votar em quem tem alimentos no apelido que vai às urnas no dia 15 de novembro próximo? Então, vai lá a lista: Aime Pizzas (PSC); Anderson Tucum (PL); Cláudia do Açaí (DEM); Ferreira Tomate (PSL); Leonir do Raimundo Jabuti (Cidadania); Waldemir Só Peixe (PSD). E, de quebra, para os mais apressados, ainda tem o Paulo do Lanche (PSDB).
Mas, pra não ficar com a garganta seca, sirva-se com Domingas do Copo Sujo (PP); e Bruno Gelo Quente (PSDB).
O eleitor tem no cardápio outros nomes excêntricos que estarão nas urnas em Marabá: Bruno Pula Pula (PDT); Evanildo Cadillac (DEM); Gil Fanfa (MDB); Jhosy das Galerias (Solidariedade); Pereirão do Buzão (Solidariedade); Vei Gozoba (Solidariedade); Edileusa Vipipi (PSDB); Garganta de Ouro (PP); e Zé da Pisadinha (PP).
Ulisses Pompeu – Correio de Carajás