Com eleições tardias e finalizadas, Canaã dos Carajás espera por poucos dias para início de um novo ciclo de gestão, a gestão Josemira Gadelha, se substituirá Jeová Andrade após oito anos. Mas, o que esperar? Qual a missão de Josemira?
O grupo do MDB continua sobre comando do município e, agora, com a maior bancada na câmara, pois serão quatro vereadores do partido, além dos partidos aliados que estarão na linha de frente em defesa de Josemira, totalizando sete. A nova prefeita inicia sua gestão de forma favorável para encaminhar seus projeto.
O perfil da gestão Josemira
Josemira foi eleita com o grande fator da presença feminina, tornando ela a primeira mulher a gerir o município, fazendo disso um grande pilar de sua campanha ao prometer a secretaria e delegacia da mulher na cidade, além de cuidados especiais na saúde e economia. Essa deve ser uma grande marca da gestão Josemira, influenciando até na escolha do seu secretariado.
O núcleo de decisões da gestão Josemira não deve sofrer tantas mudanças, afinal Josemira foi a escolhida para representar a continuidade do governo, sustentando-se, principalmente, na popularidade do atual prefeito, Jeová Andrade, uma das peças mais importantes durante a campanha, que teve sua imagem usada constantemente para promover a então candidata, assim como para ataques direto dos adversários, que, por estratégia, atacavam a Jeová afins de impactar negativamente na campanha da chapa de Josemira.
Meu mandato será pautado no compromisso legítimo de dar continuidade ao trabalho iniciado pelo prefeito Jeová e trazer muito mais avanços e novas conquistas.
As principais promessas
Durante a campanha e em seu projeto de governo, Josemira expôs suas principais preocupações estruturante para cidade, como a criação do hospital universitário; a escola técnica municipal; as secretarias da mulher e de tecnologia além de programas assistenciais para incentivo econômico e social como o programa ‘mulher empreendedora’ com empréstimos de até 50 mil reais para montar o primeiro negócio. Além da quitação das dívidas do Residencial Canaã que gerou polêmicas sobre sua legalidade; o cartão social que vai destinar por mês R$350,00 às famílias de baixa renda dentre outros.
Para segurança, Josemira prometeu a ampliação do sistema de videomonitoramento que também servirá para o projeto cidade inteligente; Para o Esporte, a ampliação do projeto Bolsa Atleta; Para mobilidade, a implantação do Transporte Coletivo; para Rural, fortalecer o projeto procampo e habitação, a criação de 4 mil casas populares.
Não se sabe a ordem de execução desses projeto, dado que o orçamento do ano vigente, é elaborado pela gestão e legislativo atual.
Relação com o legislativo
Dos 13 vereadores, a aliança de Josemira conseguiu eleger 7, a maioria, restando 6 que foram eleitos na coligação do adversário, porém com tendência partidária de se tornarem base do governo, como sempre foi.
Oito vereadores são novatos, que naturalmente buscarão amparo da nova prefeita para cumprir compromissos com seus eleitores/apoiadores, que deve manter diplomacia e buscar agasalhar a todos em um nova gestão com um legislativo favorável, mas que precisará manter a administração sem atritos e polêmicas por parte dos fiscalizadores.
O que nos resta saber é divulgação oficial da composição do próximo governo, que deve ser divulgado no final deste mês. Poucas mudanças estratégicas são esperadas, mas poderá a ver muitos impactos na categoria de contratados.
Jorge Clésio – Portal Canaā