O prefeito de Curionópolis Adonei Agiuar, nāo gostou de uma publicação que o vereador Gildásio Mendes Borges fez em uma de suas redes sociais. Em seu comentário, Gildásio cita uma suposta “folha de pagamento super inchada na Prefeitura de Curionópolis, na época da campanha, para garantir votos aos então candidatos apoiados pela gestāo”.
A publicação foi feita no dia 14 de janeiro, onde Gildásio Mendes denuncia que foram feitas várias contratações pouco antes do processo eleitoral, na intenção de garantir votos aos candidatos apoiados pela gestão do prefeito Adonei.
Gildásio pediu que os servidores não comentassem e nem curtissem as publicações, pois, correriam o risco de seriam demitidos. “Se até mesmo um parente comentar, certamente serão demitidos também. A liberdade que tinha chegado,’não durou nem um mês, pegou as malas e foi embora de novo”, escreveu o vereador.
O prefeito Adonei Aguiar ao saber da publicação, replicou imediatamente em seu perfil no Facebook em resposta ao print da postagem do vereador.
O prefeito disse ao vereador que “Quando não se tem o que apresentar para o povo, fica dessa forma atirando pra todo lado achando o povo é trouxa”, e em outro trecho escrito por Adonei, o prefeito deixou uma “dica” ao nobre vereador: “Quer ser prefeito um dia neste município? Vai trabalhar para o povo, mostre algo de concreto que atenda a nossa gente, e não virar um Hitler da vida em perseguição”.
Adonei também nāo perdeu a oportunidade de dar uma “cutucada” no governador eleito Elder Barbalho, ao escrever “será se o governador Helder Barbalho não tinha funcionários públicos que votaram nele, pois também enxugou a folha. “Será se todos os governadores que se reelegeram e os novatos também estão descartando seus eleitores? Pois, todos estão enxugando a máquina para reavaliação”.

Comentários do Facebook