Prefeito Ivanildo Lima (à esquerda) e o vice, Rubem Lava Jato (à direita) (Foto: Reprodução)

O atual prefeito de Davinópolis, Rubem Lava Jato (PC do B), foi preso na manhã desta segunda-feira (31) suspeito de ser um dos mandantes do assassinato do prefeito da cidade, Ivanildo Paiva (PRB). Além dele, o filho de Firmo também foi preso. Rubem assumiu o cargo de prefeito no dia 13 de novembro, três dias depois de anunciada a morte de Ivanildo.
Com a prisão, sobem para oito o número de suspeitos presos pelo assassinato de Ivanildo Lima. Entre eles, está um policial militar do Pará, Francisco de Assis Bezerra.
O militar paraense foi preso na manhã de 11 de dezembro no município de Dom Eliseu, nordeste paraense. Ele estava lotado na 21ª Companhia Independente de Polícia Militar da cidade. A prisão temporária aconteceu durante um cumprimento de mandado de busca e apreensão na residência de Bezerra.
RELEMBRE – O crime aconteceu na noite de 10 de novembro. Ivanildo e o segurança dele foram sequestrados quando estavam na chácara do prefeito. O corpo foi localizado apenas na manhã do outro dia.
Com informações do O Imparcial

Comentários do Facebook