Josivane está foragido desde o crime. (Foto: Ronaldo Modesto)

Por volta das 22h do último domingo (33), Josivane Dias Lopes, de 29 anos, matou seu cunhado Rafael Alves Dias, com dois tiros de espingarda na Vila Palmares 2, zona rural de Parauapebas.
Segundo informações repassadas a nossa equipe de reportagem, os dois estavam bebendo mais cedo em um bar naquela localidade, quando contaram para Rafael, que Josivane havia dado um tapa na cara de Anaeli (irmã de Rafael) há uns dias atrás, e os dois começaram a discutir.

Rafael foi assassinado pelo cunhado na Vila Palmares II. (Foto: Ronaldo Modesto)

De acordo com Anaeli, seu marido pediu que ela o esperasse no bar que logo ele estaria de volta. Mas ela não o obedeceu e resolveu ir com o o irmão até a casa dele, e ao chegarem foram surpreendidos por Josivane que perguntou o que ela estaria fazendo alí, já que falou pra ela esperar no bar. Começou alí, mais uma discussão, dessa vez entre marido e mulher.
Anaeli então, pegou a motocicleta e decidiu ir embora pra casa no bairro Vila Nova, mas ao sair do local, foi ameaçada pelo marido. “Ele disse que se eu não descesse da moto, ia me matar”, foi quando eu desci e corri pra casa do Rafael, que estava juntando suas roupas e disse que ia embora pra Parauapebas.Logo em seguida, Josivane adentrou a casa portando uma espingarda e atirou duas vezes contra Rafael, que caiu morto nos meus pés.
Anaeli disse que o alvo do assassino seria ela, mas seu irmāo Rafael entrou na frente pra protegê-la.
Até agora, Josivane encontra-se foragido, e o caso está sob cuidados do delegado Gabriel Henrique, da Polícia Civil de Parauapebas.