O homem foi morto pelo comparsa assim que chegou ao presídio. Foto: Reprodução

Geovani de Souza Silva, um dos suspeitos de assassinar mãe e filha, em Altamira, sudoeste paraense, foi encontrado morto na tarde desta quinta-feira (25), no Centro de Recuperação Regional de Altamira. O detento foi acusado de matar Fernanda Moura, de 28 anos, e a filha dela, de apenas cinco.
As duas estavam desaparecidas desde a última terça-feira (23). Os corpos das vítimas foram encontrados enterrados em uma chácara de uma localidade rural do município.
De acordo com as primeiras informações, a morte do detento teria ocorrido assim que chegou ao presídio e o autor do crime seria o próprio comparsa de Geovani, Dário Santos de Lima. Após matar o cúmplice, Dário acabou sendo ferido por outras colegas de cela e, em seguida, encaminhado para Unidade de Pronto Atendimento (UPA).
O crime bárbaro que vitimou mãe e filha essa semana chocou os moradores de Altamira. A Polícia Civil investiga o caso.
A equipe de reportagem entrou em contato com a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) e aguarda um posicionamento.
Reportagem: DOL com informações do TV Cidades News

Comentários do Facebook