Foto: Divulgação/Polícia Civil

Uma equipe da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente (Deaca), do Propaz/Santa Casa, deu cumprimento, ontem (24), ao mandado de prisão preventiva em desfavor de Gilberto Reis da Cruz, professor de judô, que é investigado pelo crime de estupro de vulnerável contra adolescentes alunos de artes marciais de uma escola de samba de Belém.
A medida cautelar foi representada pela delegada de Polícia Civil Mikaella Ferreira, titular da Deaca, com base nas investigações realizadas dentro de inquérito policial. A ordem de prisão foi decretada pela 1ª Vara de Inquéritos e Medidas Cautelares da Comarca Judiciária de Belém.
O CASO
A prisão foi cumprida ontem à tarde, na capital paraense. O preso, de cabelos brancos e que não teve sua idade revelada pelos policiais, é acusado de utilizar sua profissão de professor para aliciar vítimas e cometer atos de violência sexual.
Os detalhes dos crimes não foram divulgados por terem tramitado em sigilo. Não se sabe quantos alunos, por exemplo, foram vítimas das ações de abuso do agressor acusado.
Gilberto Reis da Cruz já se encontra recolhido no Sistema Penitenciário do Estado à disposição da Justiça.
Reportagem: Diário do Pará

Comentários do Facebook