João Batista foi preso em Marabá/ Foto: Josseli Carvalho

Na tarde destra segunda-feira (21), foi preso o técnico em refrigeração João Batista Chagas Santos. O mandado de prisão foi cumprido por policiais civis em Marabá devido a uma acusação de estupro ocorrido no município de Mãe do Rio. As vítimas são sobrinhas da esposa dele e tem entre 9 e 11 anos de idade.
João Batista afirma que é inocente. “Não tenho nada a ver com essas meninas”, alega o acusado, ao acrescentar que é casado há 21 anos com a tia das vítimas.
Ele conta que morou 16 anos em Marabá, mas sofreu uma tentativa de homicídio por causa de um terreno e foi embora para Castanhal. De lá foi para Mãe do Rio, onde trabalhava com refrigeração com um cunhado dele. Ainda segundo o acusado, as vítimas iam para uma roça da família, aos finais de semana, onde ele também frequentava, mas alega que nunca fez nada contra as meninas.
O acusado alega que não voltou a Marabá fugido de Mãe do Rio, mas veio para consertar umas máquinas de um parente dele. Foi quando a polícia o prendeu, pois havia mandado contra ele.
Chagas Filho com informações de Josseli Carvalho – Correio de Carajás

Comentários do Facebook