A maior parte de uma carga de botijões roubada na última semana foi recuperada nesta segunda-feira (11) em Parauapebas. Uma ação policial coordenada pelo delegado Jailson Lucena estourou um depósito no Residencial Ipê, onde foram encontradas 800 unidades roubadas.
De acordo com o delegado, a carga de aproximadamente 1200 botijões foi roubada à altura da Vila Gogó da Onça, localizada às margens da Rodovia PA-150, entre Eldorado do Carajás e Xinguara, no sudeste paraense.O motorista foi feito refém, colocado num local isolado e a carreta foi levada com destino a Parauapebas. Foi descarregada toda a mercadoria e os botijões de gás foram acondicionados em uma localidade onde funcionava um ponto comercial de gás, atualmente desativado e com capacidade para apenas 120 botijões”, explicou a autoridade policial.
Nesta segunda, ao receber informações sobre o caso, o delegado e a equipe dele passaram a realizar diligências e localizaram o ponto onde foram recuperados os produtos roubados. Ninguém foi preso, mas durante a investigação de seis horas ininterruptas os policiais conseguiram fotografar suspeitos e identificar quem é o principal envolvido no crime.
Sabemos o nome, onde reside e fomos à procura dele, temos todas as provas para prendê-lo e vamos localizá-lo muito em breve”, garantiu, acrescentando que a equipe visitou seis pontos comerciais para coletar informações sobre o paradeiro do restante da carga, assim como sobre o indivíduo que está sendo procurado.
Conforme a Polícia Civil, ele é o responsável pela receptação da carga e também pode estar envolvido no assalto. “A gente acredita que ele possa ter participado do roubo diretamente ou indiretamente, fazendo a encomenda da carga”, finalizou Lucena.
A carga foi realocada pelo proprietário em dois caminhões e já encaminhada para o destino da mercadoria antes de ter sido interceptada. Participaram da operação, além do delegado, os investigadores Marcio e Almeida, conhecido como Rambo, e os escrivães Alexandre e Leonardo.
Reportagem: Luciana Marschall – Correio de Carajás – Fotos: divulgaçāo