Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou no início da manhã desta terça-feira (25) a Operação Ábaco com o objetivo de desarticular uma organização criminosa atuante na região oeste do estado do Pará, que desviou recursos públicos federais destinados à educação básica. Um dos alvos é a casa do ex-prefeito e a sede da prefeitura de Jacareacanga, que possuem um mandado de busca e apreensão.
Durante a operação são cumpridos 21 mandados de busca e apreensão em órgãos públicos, empresas e residências dos investigados nos municípios de Itaituba e Jacareacanga. Os investigados responderão pelos crimes de organização criminosa, fraude à licitação, peculato e falsidade ideológica, com penas que, somadas, poderão chegar a 30 anos de reclusão.
INVESTIGAÇÃO
Empresas fantasmas ou de pequeno porte foram criadas em nome de laranjas para participarem de processos licitatórios realizados pela prefeitura de Jacareacanga nos anos de 2015 e 2016. As empresas investigadas concorriam entre si em diversas licitações para dar aparência de legalidade, viabilizando o desvio dos recursos da educação básica.

O montante da fraude apurado até o momento é de R$ 5 milhões. As investigações vão prosseguir, pois há indícios de que esse mesmo tipo de fraude usando essas empresas foram praticadas em outras Prefeituras da região.
Reportagem: DOL

Comentários do Facebook