A Polícia Federal no Pará deflagrou, na manhã desta quinta-feira (20), a operação “Não Há Anonimato 2” com o objetivo de combater a pornografia infantil e pedofilia no Estado do Pará. O Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos cumpriu três mandados de busca e apreensão na capital paraense, em Marituba e Paragominas, além da quebra do sigilo de dados telemáticos.
Todos os mandados já foram cumpridos. Até 10 horas desta quinta-feira (20), não houve flagrante. Computadores, celulares e aparelhos eletrônicos similares foram apreendidos e serão encaminhados para perícia.
Os crimes investigados na ação são o de disponibilização de pornografia infantil e o de armazenamento de pornografia infantil, tipificados nos artigos 241-A e 241-B do ECA, respectivamente. O nome da operação “Não Há Anonimato” é uma alusão de que a internet não é lugar de anônimos.
Reportagem: Diário Online com informações e fotos da Polícia Federal