Por meio do benefício da saída temporária, 2.188 internos custodiados pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP) puderam passar o Natal em casa com as famílias. Do total de presos beneficiados, 1.641 são da Região Metropolitana de Belém (RMB) e 547 são do interior do estado.
Na terça-feira (24), véspera de Natal, foram liberados 597 detentos custodiados na Colonia Penal Agrícola de Santa Izabel (CPASI), em Santa Izabel; e mais 121 de municípios do interior do Estado (Abaetetuba, Itaituba e Paragominas).
As saídas continuaram nesta quarta-feira (25) em outras casas penais da RMB e interior. Os internos beneficiados devem retornar para as respectivas casas sete dias após a liberação. Em caso de não retorno, os detentos passam a ser considerados evadidos e poderão regredir de pena para o regime fechado.
Grande parte dos internos saíram sob monitoramento eletrônico e com as portarias de liberação em mãos. Outros saíram com a portaria de trabalho externo. A expectativa é que o índice de não retorno diminua em comparação ao ano passado, registrado em 7%.
Ações de humanização, dignidade e garantia para ressocialização têm sido intensificadas nas casas penais, o que já garantir queda de evasão nas saídas temporárias anteriores de 2019, como o Círio de Nossa Senhora de Nazaré.
Reportagem: Agência Pará