João Sete (em foto de CNH no detalhe) foi matar e acabou morrendo. (Foto: Divulgação)

Um homem morto, outro hospitalizado e uma mulher foragida com um crime nas costas. Este foi o desfecho de uma separação mal resolvida. O ex-marido inconformado com o fim do relacionamento foi à casa da ex, armado de espingarda, atirou no atual companheiro dela, mas foi morto a golpes de facão pela ex-mulher. Toda essa tragédia aconteceu na zona rural de Bom Jesus do Tocantins esta semana.
A vítima foi identificada como João Sete Sousa dos Santos, de 55 anos. A acusada é Aliete de Abreu Rocha, que está foragida; e o atual companheiro dela é Eduardo Fernandes dos Santos, que está internado no Hospital Regional de Marabá e ficou de passar por cirurgias.
Segundo informações repassadas pelo delegado José Lênio Ferreira Duarte, titular da DP de Bom Jesus, os primeiros informes são de que João Sete foi até a casa de Aliete, armado de espingarda, para tomar satisfação, e teria dado um tiro no braço de Eduardo, causando fratura exposta. Para defendê-lo, Aliete avançou contra João Sete, armada de um facão, e o matou a golpes de facão na cabeça e no pescoço. Aliete também teria ficado ferida, ao que parece que, no braço direito, por arma branca durante a refrega com o ex-companheiro.
Delegado Duarte informou também que, alguns dias atrás, João Sete já teria ido à casa de Aliete, ocasião em que apontou a espingarda para ela, jogou-a dentro da represa e disse que iria tocar fogo na casa dela. Agora, ele foi procura-la novamente, mas acabou encontrando a morte.
Reportagem: Chagas Filho – Correio de Carajás

Comentários do Facebook