Foto: divulgaçāo

Morreu o homem que passou a ser investigado pela Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e Adolescente (Deaca) de Parauapebas na última semana após moradores do Residencial Alto Bonito o filmarem com o braço para fora de um carro como se estivesse chamando uma criança que estava do outro lado da rua. Os moradores afirmaram, ainda, que ele estava se masturbando dentro do veículo.
O caso ganhou grande repercussão tanto nos veículos de comunicação como também nas redes sociais, por onde vídeo e fotos circularam amplamente. A Polícia Civil confirmou que o suspeito, cuja identificação não foi divulgada, sofreu politraumatismo, mas informou desconhecer o que levou aos ferimentos e a causa oficial da morte.
O caso será investigado pela Polícia Civil do Estado de Minas Gerais, onde o homem morava e onde ocorreu a morte. Após a emissão da certidão de óbito, a investigação contra ele será encerrada em Parauapebas.
De acordo com as imagens feitas no Alto Bonito é possível ver o carro, de cor branca, o braço para fora da janela e a criança na calçada do outro lado da rua, parada e segurando um objeto nas mãos, olhando em direção ao homem. Ele foi identificado pela Deam pela placa do veículo, que pertence à ex-companheira.
Reportagem: Luciana Marschall – Correio de Carajás

Comentários do Facebook