Um menino de dez anos morreu após ser ferido na cabeça por um tiro, supostamente, acidental, na madrugada deste primeiro dia de 2019, em Paragominas. O estudante Francisco Edilson Santos teria sido baleado pelo namorado na irmã, enquanto ambos brincavam com uma arma de fogo dentro de um condomínio no município do sudeste paraense.
Segundo a Polícia Civil, o jovem teria encostando a arma de fabricação caseira na cabeça da criança, em uma brincadeira infeliz. Baleado, Edilson foi socorrido pelo próprio autor do disparo e levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde morreu minutos depois. O autor do disparo, identificado como Geovane Rodrigues Pereira, fugiu logo após o incidente e, até e ainda não foi localizado.
Iremos representar ainda hoje o mandado de prisão preventiva dele, junto à Justiça. Somente após a expedição desse documento, ele passar a ser considerado foragido“, disse o delegado Crisitano Nascimento, da Seccional Urbana de Paragominas. Ainda segundo o policial, o dossiê do caso foi encaminhado para investigação na Divisão Especializada de Atendimento a Criança e ao Adolescente (Deaca).
Reportagem: ORM

A arma de fabricaçāo caseira que atingiu Francisco na cabeça.

Comentários do Facebook