Foto: Reprodução

Na última quinta-feira (25), uma mulher de 19 anos, identificada como Mayara Estefanny Araújo, que teve o corpo atingido por ácido sulfúrico, morreu. O ex-marido da jovem, William César dos Santos Júnior, é o principal suspeito do crime. Ele teria jogado a substância em Mayara com a ajuda de um amigo, Paulo Henrique Vieira dos Santos.
A jovem foi atingida no rosto, tórax e nas mãos pelo ácido e teve 35% do corpo queimado. Ela estava internada no Hospital da Restauração, localizado no centro de Recife (PE), desde o dia 4 de julho, quando o ataque aconteceu.
O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) havia indiciado o ex-companheiro de Mayara e o amigo dele por tentativa de homicídio qualificado. Os dois estão presos. Com a morte de Mayara, pode ser feita uma alteração na denúncia para que eles respondam por homicídio qualificado consumado.
A vítima havia prestado três queixas contra o ex-companheiro em menos de um mês antes do crime acontecer e já tinha solicitado uma medida protetiva por ter sido vítima de violência física e psicológica.
Reportagem: DOL com informações do Portal: Voz da Bahia

Comentários do Facebook