Wendel Silva confessou ter assassinado a mulher a golpes de faca.

O marabaense Wendel Roberto da Silva, de 37 anos, está preso em Taguatinga (DF), acusado de assassinar, a golpes de faca, sua mulher Janys Lima de Melo da Silva, de 32 anos, em Goiânia, na última sexta-feira (7). A prisão dele, no fim da tarde de domingo (9), foi feita por policiais da 12ª DP (Taguatinga Norte).
Em Taguatinga, o suspeito foi ouvido e confessou o assassinato. Segundo ele, o casal estava junto havia 15 anos, no entanto, no último feriado, ele encontrou mensagens no celular da companheira que apontariam uma traição. Revoltado, ele pegou uma faca e golpeou Janys até a morte. As três filhas do casal, de 3, 4 e 10 anos, presenciaram o crime.

Janys Lima foi morta a facadas na frente das três filhas.

A Polícia Civil do Distrito Federal chegou até Wendell da Silva após contato de investigadores de Goiás. O suspeito foi encontrado na QNA 16, no Centro de Taguatinga, dentro do carro do casal, usado na fuga. Ele não resistiu à prisão e, na mesma hora, confessou o crime aos policiais e não mostrou arrependimento.
Nesta segunda-feira (10), o acusado passou por audiência de custódia e depois foi transferido para Goiânia. O acusado responderá por feminicídio, que prevê de 12 a 30 anos de detenção.
Reportagem: Correio de Carajás