Isabela e o namorado William estavam juntos há um ano. Foto: Reprodução

A mãe da estudante Isabela Miranda de Oliveira, que morreu após ser estuprada pelo cunhado e queimada viva pelo namorado, passou mal durante o enterro da filha, no Cemitério de Caieiras, na Grande São Paulo, na última quinta-feira (8). As informações são do Notícias ao Minuto.
A mãe precisou acompanhar o cerimonial em uma cadeira de rodas. Bruna Mantena, prima da vítima, disse em entrevista que Isabela era “uma menina muito bonita” e de “sorriso fácil” e que foi “difícil acreditar” na brutalidade.
*Jovem estuprada pelo cunhado e queimada viva pelo namorado durante festa morre
O namorado da jovem, William Felipe Alves, de 21 anos, teria ficado com ciúme ao encontrá-la na cama com o cunhado dele, Leonardo da Silva, durante uma festa em um sítio, também na Grande São Paulo.
Testemunhas afirmam que a vítima estava bêbada e foi vítima de estupro. A jovem chegou a ser socorrida, mas teve 80% do corpo queimado e não resistiu.
William foi preso em flagrante. O casal estava junto há um ano. Isabela faria 20 anos neste domingo (10).
Reportagem DOL com informações do Notícias ao Minuto

Comentários do Facebook