A criança foi acolhida pela Conselheira Tutelar Gardênia Martins

Na tarde da última segunda-feira (10), uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada pela Polícia Militar, depois que vizinhos notaram que uma criança estava chorando desesperadamente dentro de uma casa no bairro Beira Rio.
Com a chegada da equipe do Corpo de Bombeiros, foi preciso o uso de uma escada para que os mesmos pudessem entrar na casa pelo telhado e resgatar a criança e, para surpresa do Sargento Henrique, que comandou a operação, ao entrarem na residência, foi constatado que havia mais de uma criança. Tratava-se de um bebê com aproximadamente três meses de idade que estava deitado em uma rede.
Uma equipe do Conselho Tutelar também acompanhou o resgate das crianças, e ao serem entregues para a Conselheira Gardênia Martins, a mãe das crianças, Karlete Costa dos Santos, de 23 anos chegou e contou para a polícia que teria ido ao supermercado, mas teria perdido o dinheiro e por isso demorou um pouco mais.
Karlete foi encaminhada para a 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil em Parauapebas, onde o delegado Fabrício Andrade fez a autuação. “Nós entendemos que houve abandono de incapaz; as crianças correram risco de morrer, por isso ela foi indiciada em flagrante”. Diante do fato, foi arbitrada uma fiança de R$ 400,00 (quatrocentos reais), que ainda não tinham sido pagos.
O delegado Fabrício Andrade explicou ainda, que Karlete será apresentada na manhã desta terça-feira (11), em uma audiência de custódia no Fórum de Parauapebas, e caso a fiança não for paga, o juiz fará avaliação do caso, e o Ministério Público poderá pedir a prisão preventiva da mesma. “Nesse caso vai ficar para a prudente decisão da autoridade judiciária”, finaliza o delegado.
De acordo com informações da conselheira tutelar Gardênia Martins, as crianças teriam sido levadas para os cuidados de parentes na cidade vizinha de Curionópolis.
Da redação do Portal Infopebas, com informações de Ronaldo Modesto