Na manhã desta segunda-feira, por meio de nota divulgada em seu Twitter oficial, a seleção egípcia de futebol anunciou o afastamento de Amr Warda do time que disputa a Copa Africana de Nações.
O motivo do afastamento, de acordo com o comunicado oficial, envolve questões éticas e disciplinares que não foram definidas especificamente. No entanto, o jogador vinha sendo acusado de assédio sexual. A modelo Merchan Keller, por exemplo, publicou nas redes sociais algumas mensagens recebidas do jogador, fato que levou outras mulheres a fazerem o mesmo.
Assim, o Egito segue a disputa da Copa Africana de Nações com um jogador a menos no elenco. Os egípcios voltam a entrar em campo nesta quarta-feira, às 17h (horário de Brasília), diante do Congo.
Fonte: Gazeta Esportiva

Comentários do Facebook