A Polícia Civil de Canaã dos Carajás repassou ontem, terça-feira (19), detalhes de um crime que chocou moradores da pacata Rua Arapuema, Bairro Jardim Bela Vista, na periferia da cidade. Jonathan Brito Oliveira é suspeito de ter executado o irmão da ex-namorada, Clovis Neto Ribeiro, na noite da última segunda-feira (18).

A vítima estava deitada no quarto de casa quando Jonathan invadiu o local efetuando dois disparos conta o rapaz. A mãe de Clovis estava na residência e presenciou a morte, inclusive reconhecendo o autor do disparo. Vizinhos ficaram espantados com o barulho dos tiros.

Segundo investigou a Polícia Civil, o suspeito vinha buscando informações sobre o atual namorado da ex por meio de redes sociais. Ele chegou a ser visto entrando em uma Lan House do município para acessar a internet e procurar pistas que levassem à identificação do atual namorado da garota.

Suspeita-se que Jonathan tenha efetuado os disparos na pessoa errada. Quem Jonathan queria matar seria o atual namorado da ex. Conforme o delegado que investiga o caso, Tiago Carneiro, a motivação do crime seria passional, já que o suspeito não aceitava o término do namoro. “O local estava aparentemente escuro e ele imaginou que fosse o atual namorado dela”, afirmou o delegado.

Logo após o crime, o atirador fugiu em uma motocicleta. Em seguida, acrescenta a autoridade policial, Jonathan teria telefonado para a ex informando sobre o crime. Clovis Ribeiro ainda chegou a ser encaminhado ao Hospital Municipal de Canaã dos Carajás, mas não resistiu aos disparos. O delegado disse que Jonathan havia mandado recado informando que se entregaria à Polícia Civil ontem, terça-feira, mas até o final do dia o suspeito não tinha procurado a Delegacia de Canaã dos Carajás.

Denilton Resque/ TV Correio

Comentários do Facebook