Usando um simulacro de pistola, o indivíduo Max Sousa de Melo, de 30 anos, conhecido como “Magrão”, assaltou uma mulher, na frente da residência dela, no Bairro Novo Horizonte, em Marabá, levando uma motocicleta Honda Biz, de cor branca, e deixou outra moto Honda Biz, de cor vermelha, no local do roubo. O acusado roubou também um celular e uma jaqueta da vítima.
Segundo informações da Polícia Militar, “Magrão” assaltou outras mulheres e abandonou a moto branca nas proximidades da Catedral Nossa Senhora do perpétuo Socorro, na Marabá Pioneira. A viatura da área passou pelo local os PMs viram a moto abandonada e, por volta de 23h15, de domingo (19), recolheram a motocicleta para a 21ª Seccional Urbana.A dona do veículo foi acionada, apresentou a documentação da moto e a recebeu de volta. Mas, quando ia para casa, a 250 metros da Seccional Urbana, nas proximidades de uma churrascaria nas margens da BR-230, “Magrão” se jogou na frente da moto, de arma em punho, e roubou novamente a mesma moto Biz, obviamente sem saber que se tratava do mesmo veículo.
A dona do veículo voltou a pé para a Seccional Urbana e registrou novo boletim de ocorrência. A Polícia Militar foi acionada de novo e passou a realizar buscas para prender “Magrão”. Até que, por volta de 1h da madrugada de ontem (2), nas proximidades do bambuzal, na entrada da Marabá Pioneira, “Magrão” avistou a viatura do Grupamento Tático Operacional (GTO), tentou fugir, mas caiu da moto.
Ele foi algemado e conduzido para a Seccional Urbana. Com ele foram apreendidos a moto e o simulacro de pistola que ele usa para intimidar as vítimas.
Chagas Filho – Correio de Carajás