Foto: divulgaçāo

Uma morte na Vila Voz de Deus, município de Rondon do Pará, deixou os moradores intrigados. O crime vitimou o trabalhador rural Wemerson Nogueira Alves, de 22 anos, morto com mais de 20 perfurações a faca. Policiais do 37º Pelotão da PM e civis removeram o corpo e prenderam dois suspeitos pelo crime. A localidade faz divisa territorial com o município de Goianésia do Pará. O corpo da vítima deu entrada no Instituto Médico Legal (IML) de Marabá na madrugada de sábado (9).
O sargento PM Oziel comandou a equipe composta pelo cabo Damasceno e soldado Danyel, e teve o apoio ainda pelo investigador da PC, Edson. “Um morador informou que havia ocorrido um homicídio na Vicinal Cinco Irmãos, mais especificamente na Vila Voz de Deus, sendo que os supostos envolvidos ainda estariam no local do crime fazendo ingestão de bebida alcoólica”, relata.

Wemerson foi assassinado covardemente com mais e 20 facadas.

Inicialmente, os policiais acreditaram que a região pertenceria ao município de Goianésia, o que foi descartado, porém, não deixaram de atender a ocorrência, já que a localidade é de Rondon do Pará.
Ali constataram a veracidade da informação. Ao chegar ao local apontado pelos moradores de onde estaria o corpo, foi localizado o cadáver de Wemerson Nogueira Alves, com ferimentos provenientes de arma branca na região lateral do corpo e no pescoço. A arma não foi encontrada. “Dois homens considerados suspeitos foram detidos”, contou o policial.
Janilson Tavares de Souza, 29 anos, o “Neguim”, e Antrópio Maria Lima, conhecido por “Ambrósio”, de 30 anos, foram presos na condição de suspeitos. Os dois negam envolvimento no homicídio, apesar de os moradores apontarem como as últimas pessoas a estarem com a vítima. Após procedimento na Delegacia de Polícia Civil de Goianésia do Pará, os dois envolvidos foram colocados à disposição da Depol de Rondon do Pará, jurisdição responsável pela condução do inquérito.
Reportagem: Antonio Barroso/Freelancer

Comentários do Facebook