Eduardo fechou o poço e o cobriu com brita para abafar o cheiro do cadáver. | Reprodução

Eduardo Jonathan Nicolau Alves, de 33 anos, foi preso nesta segunda-feira (27) após confessar ter matado a própria mãe e escondido o corpo em um poço artesiano em sua casa, localizada na baixada fluminense da cidade de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro.
A mãe de Eduardo foi vista pela última vez com vida na sexta-feira (24). O corpo foi encontrado no sábado (25) dentro do poço, que foi fechado e coberto com brita para abafar o cheiro do cadáver. Ele teria também colocado um vaso de planta por cima para disfarçar o ambiente.
A polícia chegou ao conhecimento do crime através dos vizinhos, que denunciaram o caso após estranharem a movimentação no poço. A irmã de Eduardo, Natasha Nicolau, afirma que o irmão não agiu sozinho e que viu ele se livrar de todos os pertences da mãe no quarto que ela ocupava. “Os vizinhos escutaram tudo e acionaram a polícia, mas eles só chegaram na tarde do sábado. Minha mãe ficou lá apodrecendo por horas. Ele não estava sozinho. Tenho testemunhas de que ele não agiu sozinho”, afirmou.
Fonte: DOL – com informações do Metrópoles

Comentários do Facebook