A tranquilidade do final de tarde na orla de Marabá foi quebrada de forma brutal neste domingo (20) com um assassinato em plena luz do dia. A vítima foi o empresário minerador Diogo Sampaio de Souza, 38 anos, que estava em pé conversando com amigos na calçada de uma empresa, na Av. Getúlio Vargas, a poucos metros casa do seu sogro. O crime teria sido cometido por um grupo de homens num carro de pequeno porte.
Apesar da grande movimentação no local no momento do crime, ninguém soube precisar à polícia (na hora) as características do carro, dos assassinos e sequer quantas pessoas eram ao todo participando da ação.
Mais tarde, no entanto, passaram a circular nas redes imagens em vídeo de uma câmera de segurança, que mostram o momento exato em que Diogo é atingido e tomba, aparentemente com apenas um tiro. Logo em seguida, um uno branco que estava parado bem próximo a ele, sai em disparada. Pode ter partido desse veículo o tiro fatal e de extrema precisão.
Segundo a Polícia, Diogo também estava armado com uma pistola na cintura, mas não teve tempo de sacar da mesma para se defender.
Diogão, como ficou conhecido, era um empresário de posses, com uma vida bastante estável, sendo um dos mais conhecidos mineradores de ouro da região, em jazida descoberta nas suas terras.
Em 2011 ele já havia sido vítima de um atentado a bala, quando cortava o cabelo em uma barbearia na Folha 16 da Nova Marabá, num final de tarde. Na época, o atirador não teve sucesso e Diogo sobreviveu.
Reportagem: Correio do Carajás