O corpo que foi encontrado no último domingo Veja aqui carbonizado em um automóvel Fiat Pálio de cor branca, placas: QDY-3550 de Parauapebas, na Rodovia BR-153, próximo à Wanderlândia no Tocantins, foi identificado como sendo do garimpeiro Gilmar Pereira.
Familiares reconheceram o carro e as roupas encontradas no local. Segundo pessoas da família, Gilmar havia se deslocado até o estado do Tocantins para receber uma dívida no valor de R$ 20 mil de um outro garimpeiro.

Familiares de Gilmar reconheceram o carro e a camisa encontrada ao lado do veículo.

Gilmar, que era natural do Estado do Tocantins, atualmente morava em Parauapebas.
A família suspeita que ele tenha sido executado e queimado junto com o veículo pela pessoa que o devia, cujo nome não foi divulgado.
Um boné e a camisa azul que apresentava perfurações que foram encontrados ao lado do veículo, possibilitaram à família a fazer a identificação do corpo de Gilmar. Ainda serão feitas análises de DNA, para saber se realmente o corpo é do garimpeiro.
A polícia acredita que a vítima foi assassinada antes de ser colocada no veículo e logo em seguida atearam fogo no mesmo.
O velório e enterro de Gilmar será na cidade de Darcinópolis(TO), onde reside a maioria dos familiares.

Comentários do Facebook