Com casos de covid-19 em disparada, Marabá vai restringir horário de bares

 Com casos de covid-19 em disparada, Marabá vai restringir horário de bares

Às 9 horas de hoje, sexta-feira, 15, a Prefeitura de Marabá fará o anúncio de medidas mais duras para tentar frear o crescimento vertiginoso de casos de covid-19 em Marabá e, principalmente, evitar colapso no sistema de saúde, que já está sobrecarregado.
O anúncio será por meio de entrevista coletiva, que será realizada no auditório da Comissão de Licitação da Secretaria de Obras (Sevop), com participação do secretário de Segurança Institucional, Jair Guimarães; e o coordenador de Vigilância Sanitária, Daniel Soares, além de representantes das Polícias Civil e Militar.
Pelas personagens envolvidas na entrevista, a previsão é que as forças de segurança voltem a endurecer a fiscalização em relação às aglomerações no centro e na periferia também.
A Equipe de Reportado leu o mais novo Decreto sobre o assunto, o de número 150, publicado nesta quarta-feira, dia 14, e assinado pelo prefeito Tião Miranda, o qual anuncia a restrição do horário de funcionamento de bares, distribuidoras de bebidas, restaurantes e estabelecimentos noturnos em geral na cidade, que só poderão ficar com clientes até meia noite, ficando limitados a funcionar com 50% de sua capacidade.
Além de ter cancelado o Carnaval oficial, a Prefeitura vai, por meio de decreto, proibir a realização de eventos privados durante o período da quadra momesca, sejam em ambientes fechados ou abertos, inclusive blocos de rua, independentemente do número de participantes ou sem a comercialização de ingressos.
VACINAÇÃO
Mesmo que a vacina contra o vírus chegue na próxima semana, como está sendo previsto, não é hora de afrouxar as medidas de proliferação da doença, como distanciamento social, uso de máscara e higienização das mãos.
A Equipe de Reportagem levantou que a vacina Coronavac será transportada de Belém para Marabá por via aérea e não rodoviária, como todas as outras vacinas, por medida de segurança.
Além disso, quando o avião pousar em Marabá, equipes da Polícia Militar farão o acompanhamento do caminhão até a sede do 11º Centro Regional de Saúde da Sespa, em frente ao Pátio Shopping Marabá. De lá, será feita a distribuição para cada um dos 21 municípios desta região.
Reportagem: Ulisses Pompeu – Correio de Carajás

Deo Martins