Era por volta das 5h30 da manhã, com o dia claro neste domingo (29), quando uma colisão frontal entre motocicletas deixou duas vítimas fatais na Transamazônica, perímetro urbano da Cidade Nova. Mais ainda: o motoqueiro causador do sinistro seria um bandido em fuga, após ter roubado o veículo de um mototaxista clandestino, segundo a Polícia Rodoviária Federal.
A equipe de reportagem esteve no local e a cena das motos totalmente destruídas era chocante. O condutor da moto menor, uma POP 100, era Alessandro Santos, que ao que consta trafegava de forma correta pela rodovia. Após a colisão ele ainda foi socorrido por ambulância, mas não resistiu e morreu. A vítima seria mecânico da revenda de veículos Chevrolet de Marabá.
Já o outro veículo era uma Honda CB 300 e o corpo do homem que o pilotava ficou jogado sobre as ferragens até a chegada do IML. Não havia identificação alguma com ele e nem surgiram pretensos parentes ou conhecidos, segundo o agente PRF Talles.
Reportagem: Josseli Carvalho / Texto: Da Redação – Correio de Carajás

Comentários do Facebook