Foto: Via WhatsApp

Cinco pessoas foram presas pela prática de crimes dentro da Área de Preservação Permanente (APP) que fica às margens do Rio Tocantins, em Marabá, sudeste do Estado. A ação foi resultado da Operação Quiet, realizada pela Polícia Civil nesta segunda-feira (29). A corporação chegou aos envolvidos após ter conhecimento de denúncias feitas ao Ministério Público Ambiental (MPA).
Entre as práticas ilegais constatadas pelas equipes que foram in loco apurar as informações estão o furto de energia elétrica – considerando o consumo de energia por meio de ligações clandestinas – e a presença de inúmeros veículos circulando nas praias de Lenções I e II, Praia do Amor e Praia do Sossego.
A ação foi realizada pela Delegacia de Conflitos Agrários e Combate a Crimes Ambientais (Deca) de Marabá e contou com o apoio da Polícia Militar(PM), Ministério Público Ambiental, e Concessionária de Energia Elétrica do Pará (CELPA).
Presos em flagrante, todos os acusados foram conduzidos à Delegacia de Conflitos Agrários para tomada das medidas cabíveis. Durante operação, foram apreendidos 4 transformadores de energia elétrica e interditados os estabelecimentos comerciais que estavam em situação irregular.
Reportagem: DOL

Comentários do Facebook