O casal responde por dois homicídios consumados e mais duas tentativas de homicídio contra quatro crianças, todas filhos. Foto: Polícia Civil do DF/Divulgação

Um casal foi preso pela Polícia Civil no último domingo (24), acusado de matar os filhos usando injeção de insulina. As informações são do Notícias ao Minuto.
Os suspeitos, que não tiveram a identidade divulgada, já respondem por dois homicídios consumados e mais duas tentativas de homicídio contra quatro crianças, todas filhas do casal.
O casal foi localizado no Distrito Federal pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), em apoio com a Divisão de Operações Aéreas. Eles estavam foragidos desde fevereiro, após terem a prisão preventiva decretada pela Justiça.
Segundo a publicação, em 2017, o casal tentou forjar um quadro de hiperinsulinismo congênito – doença que faz o pâncreas produzir o hormônio em grande quantidade – em um bebê de dois anos, justamente para arrecadar dinheiro com comoção popular.
Investigações apontaram que dois irmãos da criança morreram com o mesmo diagnóstico em 2016. Na época, a família iniciou uma campanha nas redes sociais para pedir ajuda, alegando que não recebia auxílio do Estado. A situação foi denunciada pelo Ministério Público. O caso corre em segredo de Justiça.
DOENÇA
O hiperinsulinismo congênito é uma doença que faz com que o pâncreas produza grande quantidade de insulina – o contrário do que ocorre no diabetes. A incidência é de um caso a cada 50 mil pessoas. Ela causa sintomas como convulsões e calafrios.
Reportagem: DOL com informações do Notícias ao Minuto

Comentários do Facebook