Dezenas de pessoas fizeram fila à espera da emissão de passe livre intermunicipal para pessoas com deficiência. Foi na última sexta-feira, 1º, na sala do Programa de Estimulação Precoce da Policlínica, bairro Jardim Canadá.

A ação foi realizada pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e da Coordenação da Rede de Cuidados à Saúde da Pessoa com Deficiência (CSPD).
Na ocasião, foram distribuídas senhas para os usuários munidos de seus documentos pessoais, comprovando sua deficiência. De acordo com a coordenadora da Rede de Cuidados à Saúde da Pessoa Com Deficiência (CSPD),

Rita Maia, a ação foi realizada em parceria com o Governo do Estado, por meio da Divisão de Acompanhamento e Avaliação da Pessoa com Deficiência, e da Secretaria de Estado da Saúde do Pará (Sespa).

Rita Maia explicou que somente os usuários que comprovam ser portadores de deficiência física, intelectual, auditiva e visual, e que passam por avaliação médica é que têm direito ao benefício. “O passe livre só é aceito em ônibus que fazem as linhas intermunicipais. Em Vans, que é o meio de transporte mais comum no município, não é aceito”, informou a coordenadora.

Para o aposentado César Augusto Nascimento, que foi em busca do passe para seu filho, que é deficiente auditivo, o benefício vai ajudar muito na locomoção do garoto. “Meu filho sempre viaja por motivos de saúde. Esse benefício vai ajudá-lo muito daqui por diante”, avaliou.

Texto: Janaina Ravanelli | Semsa – Fotos: Bruno Cecim – Assessoria de Comunicação – Ascom | PMP