O governador do Estado, Helder Barbalho, usou as redes sociais nesta quinta-feira (16) para anunciar que o retorno das aulas presenciais nas instituições estaduais, previsto para o dia 3 de agosto, não deve acontecer. O adiamento é baseado nos números do combate ao novo coronavírus no Estado.
Ao lado da Secretária de Educação Elieth de Fátima e da presidente do Conselho Regional de Educação, Betânia Fidalgo, ele deu detalhes sobre a decisão. Confira:


Na rede privada, a tendência é que algumas instituições retornem sem a capacidade total, recorrendo a alternativas como rodízio enquanto que na rede municipal o prefeito Zenaldo Coutinho não definiu o que irá ocorrer.
Fonte: Diário Online