A chamada gasolina adulterada compromete os bicos injetores e danifica todo o sistema de injeção

Os motoristas que estão pegando a estrada para as férias de julho devem ter cuidado ao abastecer seus automóveis utilizando combustível de baixa qualidade. A chamada gasolina adulterada compromete os bicos injetores e danifica todo o sistema de injeção. Por este motivo, especialistas recomendam que os consumidores procurem postos considerados de confiança, aqueles que já conhecem ou sobre os quais tiveram indicações positivas. 

É fundamental estar atento, também, à qualidade do produto e ao volume do abastecimento. Em caso de dúvidas sobre a condição do combustível, é recomendado pedir a presença do gerente do estabelecimento e solicitar que sejam feitos testes de qualidade, tanto do teor de álcool como da quantidade. 

Entre os males causados por uma gasolina alterada, pode-se destacar como os mais comuns o consumo maior do combustível, prender as válvulas, diminuir a vida útil do motor,  fundir ou esquentar mais do que o esperado e ter os bicos e sistema de injeção sujos.

De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis e Lojas de Conveniência do Pará (Sindicombustíveis-PA), Ovídio Gasparetto, Belém está com um baixo índice de não conformidade de acordo com levantamento da ANP. O perigo é, portanto, menor para os consumidores da Região Metropolitana, mas ele alerta os motoristas para que fiquem atentos também quanto à quantidade, o que já diz respeito ao Inmetro. 

Com pouca gasolina no tanque, o arquiteto Wanderlon Cruz precisou abastecer no posto mais próximo e teve problemas. “Eu levei o carro a um mecânico e ele disse que os bicos e a injeção estavam sujos e que podia ter sido causado por gasolina adulterada”, disse ele. Ele disse que na semana em que ocorreu o problema, havia abastecido em um posto em que a gasolina estava mais barata e no qual nunca havia abastecido antes. Segundo Cruz, o mecânico precisou fazer a limpeza de todos os bicos e do sistema de injeção. “Por sorte os bicos não estouraram, porque, senão, teria que trocar por um kit novo o que daria um prejuízo muito maior”, afirmou o arquiteto.

Como evitar problemas: 

Escolha o posto não apenas pelo preço

Observe o selo de conformidade da ANP/Inmetro 

Use gasolina aditivada, com aditivos que mantêm o motor limpo e regulado por mais tempo

O etanol tem seu ônus e bônus.  Apesar de poluir menos que a gasolina, ele tem um rendimento menor.

Reportagem: O Liberal

Comentários do Facebook