Foi publicada nesta quinta-feira (12), no Diário Oficial da União, a resolução que autoriza a reabertura do prazo de saques do PIS/Pasep. Quase 2 milhões de trabalhadores não sacaram o benefício, em junho, o que corresponde a 7,97% do total de beneficiários que têm direito ao abono.

No total, os valores chegam a R$ 1,44 bilhão válidos para quem trabalhou no ano de 2016.

De acordo com o Ministério do Trabalho, quem não foi sacar o abono de 2016 vai poder sacar a partir do próximo dia 26 até um salário mínimo, no valor de R$ 954.

Tem direito ao benefício quem trabalhou com carteira assinada por pelos menos 30 dias em 2016 e recebeu até dois salários mínimos em média por mês, está escrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e a empresa contratante tenha informado os dados do trabalhador corretamente ao governo.

Dada essa chance, a perda do dinheiro será repassada para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Reportagem: DOL