Atendendo a um pedido do Ministério da Educação, o governo estuda adiar o início do horário de verão, previsto para 4 de novembro, primeiro dia das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
Segundo o ministro da Educação, Rossieli Soares, estão sob análise estudos técnicos sobre possíveis impactos de um novo adiamento. Isso porque o início do horário de verão já foi alterado por conta das eleições.
Para Rossieli, começar o horário de verão bem no dia das provas pode trazer prejuízos, principalmente, aos estudantes da Região Norte.
Reportagem: Agência Brasil

Comentários do Facebook