As informações sobre o coronavírus (Covid-19), chegam a todo vapor e de todas as formas. Sensações como medo e fragilidade se torna comum, mas o sentimento de espírito coletivo também aumenta.
No período de isolamento, para evitar a propagação do coronavírus, as Pastorais de Saúde de unidades de saúde no Estado do Pará, se reinventaram para continuar levando o apoio espiritual e mensagens de esperança aos pacientes e profissionais de saúde.
Em Marabá, no Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso, a missa está sendo transmitida online pela rede social, no caso o Facebook. A unidade é gerenciada pela Pró-Saúde, entidade filantrópica com mais de meio século de existência, por meio de contrato de gestão com o Governo do Estado.
Neste momento tão delicado, não podemos deixar de acolher os nossos colaboradores e pacientes. Precisamos juntos continuar com as nossas atividades mantendo todos os cuidados e levando a esperança a todos”, ressalta Dom Antonio Carlos Altieri, coordenador da Pastoral da Pró-Saúde.
Além disso, no Hospital Público Estadual Galileu, em Belém, também gerenciado pela Pró-Saúde, a equipe de humanização grava os elogios deixados pelos usuários e acompanhantes, para depois veicular as mensagens por meio do sistema de comunicação interno da unidade (alto-falantes) para incentivar e agradecer o trabalho dos colaboradores.
A Pastoral da Pró-Saúde em unidades hospitalares, seguindo as orientações da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), continua com os seus trabalhos respeitando e seguindo todas as diretrizes de segurança ao coronavírus.
Romanos 12:12
A Pastoral da Saúde é um organismo de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), vinculada à Comissão Episcopal para o Serviço de Caridade, da Justiça e da Paz e atua em três dimensões: Solidária, sendo a vivência e presença samaritana junto aos doentes nas instituições de saúde; Comunitária, que visa a promoção e educação para a saúde; e Dimensão político-institucional que atua junto aos órgão e instituições.
O coordenador da Pastoral pela Pró-Saúde resume a importância desse trabalho com a mensagem deixada em Romanos 12:12. “Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração,” conclui Dom Antonio Carlos Altieri.
Sobre a Pró-Saúde
A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade.
Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.
A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.