No sábado (25) será inaugurada a Feira da Agricultura no Partage Shopping, uma iniciativa da Prefeitura de Parauapebas em parceria com o empreendimento comercial. O objetivo é gerar renda para famílias de pequenos produtores rurais, dar visibilidade à produção rural do município e ofertar ao consumidor produtos de qualidade.
Histórico
Em 2018, a Secretaria Municipal de Produção Rural (SEMPROR), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), realizou 22 treinamentos na zona rural de Parauapebas e área do Contestado. Conteúdos como derivados do leite, derivados de frutas, embutidos e defumados, produção de ovos de páscoa, bombons de chocolate, panificação, cooperativismo e associativismo foram trabalhados nos treinamentos.
O público-alvo dos treinamentos foram produtores rurais que tinham matéria-prima como leite, carne e frutas, e precisavam agregar valor à sua produção, com aplicação de conhecimentos e tecnologia acessível. A certificação dos participantes dos treinamentos ocorreu no Partage Shopping, com a exposição e degustação dos produtos fabricados pelos produtores rurais.
Foi um evento com grande repercussão e que possibilitou o nascimento de uma parceria entre a Prefeitura e o Partage para a implantação da Feira da Agricultura Familiar.
A ideia de implantação da feira se apoia na difusão do conhecimento. Os treinamentos ofertados possibilitaram às famílias participantes melhoria da qualidade de vida, novas alternativas de trabalho com aplicação de tecnologia e geração de renda, principalmente com a produção de alimentos processados nas propriedades rurais.
O Partage Shopping é o maior e mais visitado empreendimento comercial do município de Parauapebas. Conta com 100 lojas e em média 10.000 visitantes aos sábados, tornando-se assim, uma grande “vitrine” para exposição e divulgação de produtos e serviços.
A Feira da Agricultura Familiar será realizada aos sábados, das 10 às 22 horas, com a participação de 11 produtores rurais, devidamente uniformizados, que irão expor e comercializar produtos que foram processados em suas propriedades rurais como, derivados do leite (doces, queijos), derivados de frutas (doces geleias e compotas), derivados de carne (embutidos e defumados), pães caseiros, chocolates, etc. A exposição será feita em barracas devidamente padronizadas, para garantir a estética do local e uma atração agradável aos visitantes e consumidores.

Comentários do Facebook