Para dar mais condições ao homem do campo, a Prefeitura de Parauapebas disponibiliza uma estrutura capaz de auxiliar os produtores com cuidados à saúde animal, fundamental para manutenção da qualidade dos produtos de origem animal consumidos pela população. O trabalho é realizado por equipes da Secretaria de Produção Rural (Sempror), que atuam na sanidade do rebanho, produtividade e sustentabilidade ambiental.
A produtora Maria Piedade Lima, residente no PA Taboqueira, pode contar com o auxílio da equipe de medicina veterinária para um procedimento cirúrgico de urgência em uma vaca-leiteira com dificuldades no parto, o que salvou a vida do animal.
Foi realizado um parto distócico, pois o bezerro não estava em posição favorável ao nascimento e realizamos manobras obstétricas para retirada do feto e na tentativa de salvar a vaca”, explicou o veterinário Cleiton Almeida. “Eu me senti muito feliz, muito agradecida mesmo porque, se não fosse uma pessoa que soubesse o entendimento da situação, ela tinha morrido”, comemorou Piedade.
Equipes empenhadas
Desde 2017, os médicos veterinários da Sempror realizaram cerca de dois mil atendimentos entre procedimentos clínico-cirúrgicos, controle de doenças infectocontagiosas e, mais recentemente, melhoramento genético com protocolo de Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF), que atende principalmente os produtores beneficiados pelo Projeto Leite a Pasto.
Outro trabalho importante oferecido ao produtor rural é realizado por equipes formadas por zootecnistas, técnicos agropecuários e engenheiros agrônomos, que trabalham a saúde preventiva dos animais, no auxílio à vacinação, orientação de manejo e nutrição animal, formulação de rações, construções e instalações rurais.
A Sempror conta com uma equipe preparada para receber as demandas dos produtores, que trabalham desde a nutrição do animal aos atendimentos mais complexos para garantir a sanidade animal, disponível 24 horas por dia. “Os produtores podem entrar em contato com o técnico da sua região, que vai acionar o serviço, e ele vai ser atendido a qualquer dia da semana, qualquer hora do dia”, orienta o secretário de Produção Rural, Elson Cardoso.
Texto: Erika Sarmanho – Foto: Adahilton Araújo