Vista geral da mina Ferro Carajás, em Parauapebas, operada pela Vale — Foto: REUTERS/Lunae Parracho

O Pará possui 66 barragens em funcionamento e, de acordo com o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), duas são consideradas de alto risco. Com a tragédia de Brumadinho, onde uma barragem rompeu na sexta-feira (25), o Governo do Pará realizará um fiscalização urgência em todas as barragens presentes no território paraense.
Esses exemplos que estão acontecendo em outros lugares devem nos servir como referência para que possamos agir com prevenção e planejamento. Já solicitei iniciativas imediatas que evitem surpresas com episódios lamentáveis e dramáticos como estes que estamos assistindo nesse momento em Minas Gerais”, disse o governador Helder Barbalho.
Além disso, Helder Barbalho lamentou profundamente a tragédia que assola a cidade mineira, colocando o Estado do Pará à disposição para ajudar, pincipalmente a família da paraense Lenilda Cavalcante Andrade, que está desaparecida desde o rompimento da barragem da Vale no Córrego do Feijão.
Reportagem: G1/PA

Comentários do Facebook