Nesta quarta-feira (19), às 15 horas, na sala de reuniões do gabinete do prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, será assinada a Ordem de Serviço (OS) para início das obras da primeira etapa do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap). O ato é autorizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que financia parte das obras.
Na quinta-feira (20), a equipe técnica do Social do Prosap realizará trabalho de orientação à comunidade que reside nas áreas onde as obras serão iniciadas, visto que haverá interdição de vários trechos e deslocamento de máquinas pesadas. Essa atividade de orientação contará com o apoio de servidores do Departamento de Relações com a Comunidade (DRC), que farão a entrega de material impresso com as informações relacionadas às interdições e irão reforçar os canais de comunicação do programa.
As interdições ocorrerão nas ruas Perimetral Norte, Santa Catarina e Vinícius de Morais, no bairro Liberdade I; e nas ruas 11, 19, I, J, M, N, O e Sol Poente – nas proximidades do Igarapé Ilha do Coco – no bairro União. Com o início das obras, alguns transtornos inevitavelmente serão gerados, como poeira e barulho, porém são temporários.
Apresentação à comunidade
Na próxima semana, na quinta-feira (27), será feita a apresentação de todo o Prosap para a comunidade, com informações sobre a geração de empregos ao longo dos seus seis anos de obra, como e em quantas etapas será desenvolvido todo o projeto e quais metas de saneamento ambiental deverão ser alcançadas após a sua conclusão. A apresentação será realizada em evento, no bairro Liberdade I.
Sobre o Prosap
O programa é um grande projeto que envolve melhorias na macro e microdrenagem do município, visando ao controle de alagamento de áreas urbanizadas. O investimento total é de US$ 70 milhões, dos quais US$ 17,5 milhões são a contrapartida da Prefeitura de Parauapebas.
Em valores de hoje, serão R$ 304,60 milhões aplicados na obra, que promete mudar a cara do município e, consequentemente, melhorar a saúde da população a partir das obras de saneamento.
O Prosap envolverá:
• • Obras de melhoria no sistema de abastecimento de água: intervenções para a redução das perdas do sistema.
• • Obras viárias: construção de novas vias, margeando os canais, e de vias de interligação, entre estas e as existentes.
• • Obras de esgotamento sanitário: ampliação da abrangência do atendimento de serviços de coleta e tratamento de esgoto.
• • Obras de urbanização e paisagismo: construção da lagoa e de parques lineares próximos aos canais a fim de conter o avanço de ocupações irregulares.
• • Construção de 550 unidades habitacionais: para o reassentamento das famílias diretamente afetadas pelas obras do programa.
 Texto: Jéssica Borges/Karine Gomes – Foto: Kelson Arapujo (arquivo/Ascom )