Segue internado no Hospital Geral de Parauapebas (HGP), o mototaxista Edjalma Soares de Sousa, de 35 anos, atropelado na tarde de ontem, terça-feira, 3, por uma caminhonete Hilux. Segundo o presidente da cooperativa da categoria, Airton Moraes Farias, ele foi operado e está em estado grave.

O presidente conta que o colega estava parado no sinal que fica no final da Rua Sol Poente, no Bairro Da Paz, quando foi colhido por uma caminhonete Hilux que fugiu em seguida local. O mototaxista teve fratura no braço e perfuração do baço.

Airton diz que eles ainda não conseguiram identificar o dono da caminhonete, mas pela placa conseguiram descobrir que o veículo tem 14 mandados de busca e apreensão. Para ele, os órgãos de trânsito deveriam intensificar a fiscalização para tirar esses veículos irregulares das ruas, que acabam sendo armas em mãos de ‘pessoas que já demonstraram não ter qualquer respeito às leis’.

Um cara desses, andando em veículo irregular, jamais vai parar em sinal de trânsito. Isso é um risco para outros condutores e pedestres”, diz ele, que afirma que não se sente seguro no trânsito da cidade. “Hoje a gente sai de casa para trabalhar e não sabe se vai voltar porque o trânsito está cheio de pessoas irresponsáveis”, lamenta o mototaxista.

Após o acidente, colegas do mototaxista se mobilizaram para tentar localizar o dono da caminhonete. Eles estiveram na delegacia e seguem mobilizados tentando encontrar o autor do atropelamento e cobrando agilidade nas investigações.

Tina Santos – com informações de Ronaldo Modesto – Correio de Carajás