Há pouco mais de um mês da morte do jornalista José Neves, os comunicadores de Parauapebas e região, receberam na noite de ontem (25), mais uma triste notícia.
A jornalista Janaína Ravanelli de 39 anos, foi encontrada sem vida em seu apartamento, por colegas de trabalho.
Janaína não foi trabalhar na sexta-feira (25) e muito menos atendia ou respondia mensagens enviadas ao seu telefone.
Colegas de trabalho da Assessoria de Imprensa da prefeitura de Parauapebas, ao entrarem no apartamento de Janaína, a encontraram deitada em sua cama como se estivesse dormindo, mas ao se aproximarem, constataram que a mesma estava roxa e sem vida.
O fato foi comunicado à Policia Civil e rapidamente a notícia se espalhou em vários meios de comunicação, com várias versões. Não havia marcas de violência e possivelmente, Janaína sofrera um ataque cardíaco fulminante, sem chances de ser socorrida.
Uma equipe do IML fez a remoção do corpo e aguardavam a chegada do Pai e um irmão que moram em Presidente Prudente (SP), cidade natal da jornalista, para que fosse feito o traslado para o sepultamento.
A Prefeitura de Parauapebas emitiu a seguinte nota de pesar:
A prefeitura de Parauapebas comunica com enorme tristeza o falecimento da jornalista Janaina Ravanelli.
Janaína era paulista e trabalhava na prefeitura desde 2006, atuava na área de saúde. Nossos sinceros agradecimentos por sua dedicação e profissionalismo.
Neste momento de dor nos solidarizamos, e em oração, pedimos conforto à família e amigos de Janaína”.

Comentários do Facebook