Presidente: Luiz Castilho (Pros); vice-presidente: Horácio Martins (PSD); primeira-secretária: Eliene Soares (MDB); e segunda-secretária: Kelen Adriana (PTB). Esta será a formação da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Parauapebas no biênio 2019/2020.
A eleição foi realizada na sessão ordinária desta terça-feira (11), com voto aberto e individualmente, por cargo. A primeira função colocada em votação foi a presidência, disputada por quatro candidatos. Além de Castilho, concorreram também Ivanaldo Braz (sem partido), José Pavão (MDB) e Zacarias Marques (sem partido). João do Feijão (PV) retirou o nome antes de iniciar a votação.
Luiz Castilho recebeu nove votos no total, contando com o próprio, dos vereadores João do Feijão, Maridé Gomes (PSC), Kelen Adriana, Eliene Soares, Rafael Ribeiro (MDB), Horácio Martins, Francisca Ciza (DEM) e Marcelo Parcerinho (PSC).
José Pavão recebeu três votos, contando com o dele. Foi escolhido por Joel do Sindicato (DEM) e Elias da Construforte (PSB). Já Ivanaldo Braz recebeu o próprio voto e de Joelma Leite (PSD). Zacarias Marques recebeu apenas seu voto.
Vice-presidente
Em seguida, foi realizada a escolha do vice-presidente. Concorriam Horácio Martins, Francisca Ciza e Marcelo Parcerinho. Elias da Construforte retirou sua candidatura antes de iniciar a eleição. Os três candidatos receberam a mesma quantidade de votos, cinco. Mas, Horácio venceu devido à idade, pois, de acordo com o Regimento Interno, nestes casos vence o vereador mais idoso.
Além dos próprios votos, veja por quem cada um foi escolhido:
Horácio Martins – Rafael Ribeiro, Eliene Soares, Kelen Adriana e João do Feijão.
Marcelo Parcerinho – Maridé Gomes, Joelma Leite, Luiz Castilho e Elias da Construforte.
Francisca Ciza – Joel do Sindicato, Ivanaldo Braz, Zacarias Marques e José Pavão.
Primeiro-secretário
Posteriormente, foi realizada a escolha do primeiro-secretário, função que era disputada por Eliene Soares e Joelma Leite. As vereadoras chegaram a ficar empatadas, com sete votos cada, mas o voto de Elias deu a vitória a Eliene Soares.
Eliene Soares, além do próprio voto, foi escolhida por Horácio Martins, Rafael Ribeiro, Kelen Adriana, João do Feijão, Luiz Castilho, Francisca Ciza e Elias da Construforte.
Joelma Leite recebeu, contando com o próprio, sete votos: Joel do Sindicato, Maridé Gomes, Ivanaldo Braz, Zacarias Marques, Marcelo Parcerinho e José Pavão.
Segundo-secretário
Por fim, foi realizada a votação para o cargo de segundo-secretário. Somente a vereadora Kelen Adriana se inscreveu para concorrer a esta função e foi eleita com votos de todos os parlamentares, sem abstenções.
Agradecimentos
Antes da eleição, Luiz Castilho utilizou a tribuna para falar de sua trajetória. Relatou que nunca havia imaginado que ocuparia um cargo político eletivo, mas sempre foi político com as pessoas, no sentido de dar atenção e de tentar ajudá-las. Assim, foi eleito logo na primeira vez que se candidatou. Como vereador, assumiu a função de líder do governo na Câmara, mediando os diálogos entre o Executivo e o Legislativo.
Segundo Castilho, ao desempenhar a função de líder de governo, surgiu a vontade de ser presidente da Câmara, sem medo do grande desafio que isso representa. Após a eleição, o futuro presidente utilizou a tribuna novamente para agradecer.
Confesso que estou emocionado, devido tudo que envolve o processo de uma eleição. Todos os votos que tive foram conversados e os que não tive também. Compromisso é compromisso. Queria agradecer à motivação que tive. Na vida tudo que fazemos devemos ter base, pois ela nos dá segurança para fazermos o que quiser. Eu não alcançaria o sucesso de hoje se não tivesse minha família, minha esposa. Quero declarar meu amor e gratidão pela minha mulher. Ser um homem público é se doar e se você doa para um, tira de outro. Tiro da minha família, da minha mulher, o tempo que poderia estar com ela. Ser vitorioso nesse processo e olhar pra minha base é o bastante pra hoje. Obrigada, Parauapebas. Obrigado, vereadores!”, discursou.
Horácio, Eliene e Kelen também agradeceram pelos votos que receberam e pela confiança dos demais parlamentares.
Isso é democracia, a gente ter o direito de escolha. É muito bom para um vereador de primeiro mandato ter a oportunidade de ser vice-presidente. Lutei muito e deu certo. Essa função será uma forma de contribuir mais com o desenvolvimento da nossa cidade”, enfatizou Horácio Martins.
Quero agradecer a todos os colegas vereadores, pelos oito votos que recebi. E que Deus me dê sabedoria para que eu faça as melhores escolhas”, destacou Eliene Soares.
Agradeço a cada um por esta oportunidade e que Deus venha a nos capacitar para fazer um bom trabalho”, ressaltou Kelen Adriana.
O atual presidente da Câmara, Elias da Construforte, encerrou a sessão parabenizando os eleitos e desejando sorte. “Acredito na capacidade de todos e espero que façam um bom trabalho. Digo por experiência própria que a função não é fácil; é árduo gerir os trabalhos da Casa, sem deixar de lado a função de vereador em si. Nestes quase dois anos me empenhei muito. Prova disso foram as grandes conquistas que tivemos, como o aumento do índice cota parte, que elevará as receitas do município e também a redução dos gastos da Câmara. Essas ações têm que continuar. Aproveito para agradecer a todos que me ajudaram a presidir esta Casa da melhor forma possível”.
Mandato
A nova Mesa Diretora assumirá automaticamente a partir do dia 1º de janeiro de 2019, ou seja, não haverá cerimônia de posse, como ocorre no início da legislatura, e encerrará em 31 de dezembro de 2020.
Texto: Nayara Cristina / Revisão: Waldyr Silva / Foto; Déo Martins

 

Comentários do Facebook