No Pará, 67 mil eleitores devem procurar o cartório eleitoral mais próximo. Foto: Divulgação/TRE-PA

Os eleitores que não votaram nem justificaram a ausência às urnas nos três últimos pleitos (regulares ou suplementares) – sendo cada turno considerado uma eleição – a regularização inicia a partir de hoje, quinta-feira, 7, e segue até o dia 6 de maio. O eleitor deve procurar a Justiça Eleitoral e evitar o cancelamento do título. Para regularizar a situação, além de pagar as multas, o eleitor terá que comparecer ao cartório eleitoral munido de documento oficial com foto, comprovante de residência e título eleitoral, se o possuir.
No estado do Pará, 67.145 eleitores devem procurar o cartório eleitoral mais próximo para se regularizar. De acordo com o cronograma estabelecido pelo TSE, os cartórios eleitorais devem afixar as listagens dos eleitores faltosos. Somente aqueles que estiverem nessa condição, deverão regularizar sua situação a partir de hoje. Os prazos para a execução dos procedimentos relativos ao cancelamento dos títulos eleitorais, bem como para a regularização é previsto na Resolução de número 23.594/2018, do TSE.
Alerta
A Justiça Eleitoral ressalta que, não emite nenhum tipo de e-mail, mensagem ou notificações alertando o cidadão. Os eleitores devem ficar atentos ao recebimento de mensagens deste tipo.
Mensagens falsas começaram a circular com conteúdo relacionado ao cancelamento do título eleitoral e, em geral, pedem a atualização de dados cadastrais através de um link que a Justiça Eleitoral não reconhece. Para se certificar de que não há pendências em seu documento, o eleitor deve consultar sua situação na página do TSE, no site do TRE do Pará, no link de consulta aos eleitores passíveis de cancelamento ou no cartório eleitoral mais próximo de sua residência.
Reportagem: DOL com informações do TRE-PA

Comentários do Facebook