A implantação do novo parque de iluminação pública já está mudando o aspecto urbano de Parauapebas, com avenidas inteiras modernizadas desde o fim do mês de agosto. De lá pra cá, a prefeitura já contabiliza mais de cinco mil pontos com lâmpadas de super LED. Avenidas, praças e áreas de grande fluxo já receberam a nova iluminação, da mesma forma que será feito nos bairros de toda a cidade.
O secretário municipal de Urbanismo, Edmar Lima, diz que a prefeitura trabalha para que todo o parque seja modernizado entre dez e 12 meses. Para o encarregado de obras Arildo Belo, 64, que costuma transitar pela PA 275, o novo sistema está aprovado, pois está fazendo uma grande diferença. “Do jeito que está já mudou muito. Assim está muito bom. Tomara que chegue logo aos bairros também”, diz ele.
A previsão é de que até o final deste mês lâmpadas de super LED de baixa potência – de 70 a 90 watts  cheguem ao município para impulsionar a implantação nas chamadas ruas secundárias, que são aquelas no interior dos bairros. Enquanto que as lâmpadas de alta potência, ou seja, de 150 watts, já estão em funcionamento nas avenidas.
Outra moradora que aprova o resultado da nova iluminação pública é a dona de casa Maria Lúcia, moradora do bairro União. “Por aqui está bom. Antes, ficava escuro com frequência e acabava ficando mais perigoso”, afirma ela.
A Semurb enfatiza que ainda se trata do período de implantação e que, por isso, além da manutenção em vias que já estão iluminadas com lâmpadas de super LED, todo o trecho modernizado passa por revisões diárias. Além disso, a Semurb promove a fiscalização da prestação de serviço e, portanto, acompanha de perto todo o processo de instalação.
Embora seja ainda o início de um grande projeto, para Edmar Lima a mudança já é sentida pelos moradores do município que de uma forma ou de outra já transitaram por alguma via com a nova iluminação pública. “A gente já consegue perceber a diferença nas avenidas contempladas; toda a população que transita pela cidade também. Embora nosso cronograma ainda esteja apenas no início, os benefícios já são perceptíveis”, aponta o gestor.
Texto: Jéssica Diniz – Fotos: Kelson Araújo e Helder Messiahs – Assessoria de Comunicação – Ascom|PMP

Comentários do Facebook