A médica Nise Yamaguchi, que chegou a se encontrar com o presidente Jair Bolsonaro após a saída de Nelson Teich do Ministério da Saúde, disse em entrevista nesta sexta-feira (10) ao jornalista Roberto Cabrini, do SBT, que foi afastada do hospital Albert Einstein por defender o uso da cloroquina contra a Covid-19.
Recebi uma ligação hoje do diretor clínico do hospital de que, a partir deste momento, não poderia estar mais atendendo pacientes”, afirmou Nise Yamaguchi.
De acordo com a médica, a direção do Albert Einstein teria argumentado que o posicionamento a favor da cloroquina “denigre o hospital”.
Não falo pelo hospital. Estou lá pelos pacientes”, diz a médica. “Faço a defesa da hidroxicloroquina porque tenho a certeza que ela cura os pacientes nas etapas iniciais”, continuou.
O medicamento, no entanto, não possui eficácia comprovada. “Não acredito que a comunidade inteira pense assim”, afirmou médica. Para ela, uma “grande maioria silenciosa” defende o uso do medicamento.
Fonte: Revista Forum