Intenso tiroteio, explosões e pânico durante o ataque a uma agência do Banco do Brasil na madrugada de hoje (30), em Botucatu, cidade a cerca de 240 quilômetros da capital paulista. Os criminosos chegaram a cercar um Batalhão da Polícia Militar (PM). As informações são do UOL.
Segundo a PM, entre 30 e 40 assaltantes participaram da ação orquestrada pelo PCC (Primeiro Comando da Capital). Os ladrões estavam fortemente armados e usavam máscaras e coletes à prova de balas. Dois policiais ficaram feridos levemente após trocar tiros com os assaltantes, mas estão fora de risco.
O grupo também fez reféns durante a ação, mas nenhuma vítima ficou ferida. De acordo com o delegado seccional de Botucatu, Lourenço Talamonte, “um bandido foi ferido em confronto e foi socorrido. É o primeiro preso“.
Nas redes sociais, moradores da região relataram ter ouvido tiros e explosões. Muitos registros foram compartilhados mostrando a ação.


Ainda de acordo com a PM, na fuga, os criminosos se esconderam em área de mata e continuam sendo procurados, pois, até esta publicação, a ocorrência ainda está em andamento, após PMs fazerem cerco na rodovia Marechal Rondon.
ATAQUE
Segundo a Polícia Civil, os ataques têm ligação direta com as toneladas de drogas apreendidas pela PM nas últimas semanas. Ainda de acordo com a polícia, a facção criminosa está tentando repor o dinheiro perdido com as drogas em ataques a caixas eletrônicos.
De acordo com Talamonte, apesar de o alvo do roubo ser apenas uma agência do Banco do Brasil, houve quatro locais de confronto. O valor [roubado] pelos criminosos ainda não foi divulgado, mas a polícia chegou a apreender uma parte do dinheiro, “localizado em locais distintos“.
Diário Online com informações do UOL